O batismo deve ser feito em nome

Voltar

Blog

Estudos

Links

Contato

Fale conosco

O batismo deve ser realizado em nome de Jesus?

Se tivesses de escolher entre Mateus 28.19 e Lucas 24.47, qual seria a tua decisão? Você faria como os apóstolos, batizando-se em nome de Jesus, ou aceitaria ser batizados nos títulos: "Pai, Filho e Espírito Santo"? Caso tua escolha seja a segunda opção, analise os textos abaixo e veja porque o batismo deve ser realizado em nome de Jesus, conforme está escrito no Evangelho de Lucas: "E em seu nome se pregasse o arrependimento e a remissão dos pecados, em todas as nações, começando por Jerusalém" (Lucas 24.47).

Razões para batizar em nome e não em títulos: A separação da Religião e o Estado aconteceu a partir do século XVIII, e a liberdade religiosa começou a tomar corpo. Com essa abertura ao direito de escolha religiosa, provocada em primeiro passo pelo Iluminismo, surgiu o Estado laico, isto é, a religião deixou de ser uma propriedade do Estado, pois, até então, a religião dos súditos era determinada pela religião do rei. Com a abertura religiosa, o Estado deixou de influir a religião, mas as mudanças provocadas naquele tempo persistiram. Por exemplo, a doutrina da "Trindade" não foi deixada pelos apóstolos. Esta doutrina foi criada a partir do ano (325 E.C.), pelos Pais da Igreja Católica (Clero), no Concílio de Nicéia. Outras mudanças foram feitas, inclusive na forma batismal. Segundo nota de rodapé da Bíblia católica (Ed. Paulinas 1978, pg 1238), nos dias apostólicos, batizava-se por imersão, e não havia batismo infantil. Entre estas mudanças, citamos o batismo em títulos, em lugar do batismo bíblico feito pelos discípulos em nome de Jesus. Veja como os apóstolos batizavam:

     1. Discurso de Pedro no dia de Pentecostes: "Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo" (At 2.38).

     2. Discursos de Pedro e João: "E em nenhum outro há salvação..." (At 4.12). Pedro continua: "... nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos" (At 4.12).

     3. Após receber a pregação sobre o nome de Jesus, homens e mulheres eram batizados: "... e do nome de Jesus, batizavam-se homens e mulheres" (At 8.12).

     4. Os crentes de Samaria também foram batizados: "... mas somente eram batizados em nome do Senhor Jesus" (At 8.16).

     5. Os apóstolos pregaram remissão dos pecados através do nome de Jesus: "... os que nele crêem receberão o perdão dos pecados pelo seu nome" (At 10.43).

     6. Outras instruções: "... Mandou, pois, que fossem batizados em nome de Jesus Cristo" (At 10.48).

     7. Paulo em Éfeso: "... e foram batizados em nome do Senhor Jesus" (At 19.5).

     8. O batismo por imersão: "... fomos sepultados com ele pelo batismo na morte" (Rm 6.4). O nome do Senhor Jesus acima de tudo: "[...] fazei tudo em nome do Senhor Jesus[…]" (Cl 3.17).

     9. Jesus ordena o batismo em Seu nome. "...e em seu nome se pregasse o arrependimento e remissão dos pecados, a todas as nações[...]" (Lc 24.47).

     10. Repetir uma ordem não é sempre o mesmo que obedecê-la. Quando um ministro batiza alguém dizendo: "eu te batizo em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo", ele simplesmente repetiu a ordem, ao invés de obedecê-la. E porque não obedeceu? Porque os títulos, neste caso: "Pai, Filho e Espírito Santo" foram invocados em lugar do nome próprio de Jesus. Neste caso, o nome não foi invocado, e sim os títulos.

     11. O primeiro batismo da história da Igreja foi realizado em Nome de Jesus Cristo. (At 2.38), além disso, dentro do plano de salvação está incluído o batismo (Mc 16.16), I Pd 3.21, At 22.16, At 8.36-38 e At 16.29-33).

     12. O Batismo em Nome de Jesus é para Judeus (At 2.38), para Samaritanos (At 8.16), para Gentios (At 10.48), para os discípulos de João Batista (At 19.1-5), e para toda a família de Deus. "... de nosso Senhor Jesus Cristo, do qual toda a família nos céus e na terra toma o nome" (Ef 3.14,15).

     13. Diz o apóstolo: Acima de todo principado; autoridade, poder, e domínio, e de todo nome que se nomeia está o Nome de Jesus, não só neste século, mas também no vindouro (Ef. 1.21 e Fl. 2.10).

     14. Paulo questionou os irmãos da Igreja dos coríntios a respeito do nome em que eram batizados. "Perguntou-lhes, então: Em que sois batizados então?". A pergunta de Paulo faz muito sentido, pois, sem mencionar o nome não há remissão de pecado. "E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos" (Atos 4.12). Então Paulo entendeu que eles eram batizados, no batismo de João, em nome de Jesus. "E os que ouviram (João), foram batizados em nome do Senhor Jesus". (At 19.5 – destaque nosso).

     15. Ou foste vós batizados em nome de Paulo? Indagou o apóstolo. Isto esclarece, caro leitor, que o batismo deve ser realizado em nome de alguém, e esse Alguém, no entanto, não é outro senão o Filho de Deus. Paulo recomendou: "sede meus imitadores como eu o sou de Cristo" 1 Co 2.1), se ele batizava em Nome de Jesus, em que nome deve o novo convertido ser batizado para que se torne seu imitador?

     16. A Igreja está edificada sobre o fundamento dos Apóstolos e profetas, sendo o próprio Cristo a pedra da esquina. (Ef 2. 20); e os apóstolos, como sabemos, batizavam em Nome de Jesus. Leia também (1 Co 8.11).

     17. Jesus enviou os apóstolos ungidos pelo Espírito Santo a batizar em Seu Nome; pois o Espírito Santo lhes foi dado para guiá-los em toda a verdade João 16: 13, e entre estas verdades, inclui-se também o batismo em nome de Jesus. (At 2.4 e At 2.38). Isto é, em Lucas 24.47, eles receberam ordem diretamente de Jesus para batizar em Seu nome, e foi o que fizeram. "...aqueles que, pelo Espírito Santo enviado do céu, vos pregaram o evangelho...(1 Pd 1.12).

     18. Como vimos, a remissão de pecado deveria ser pregada em Nome de Jesus exatamente como fizeram os Seus discípulos. "E, saindo eles, pregavam que se arrependessem. ...(porque o nome de Jesus se tornara célebre)" (Mc 6.12,14).

     19. Porque não vemos na Bíblia nenhum batismo realizado sob os títulos, mas vemos muitos realizados em Nome de Jesus? (At 8.16; 19. 5).

     20. Mateus estava presente quando Pedro proferiu a ordem para que fossem batizados em nome de Jesus Cristo" (At 2.38). Observem-se, para todos os efeitos, que Mateus não questionou o discurso de Pedro. Isto mostra que ambos estavam de acordo. Vejam ainda: "Porque todos quantos fostes batizados em Cristo, já vos revestistes de Cristo" (Gl 3.27).

Caro amigo leitor: Temos ainda outras razões para crer no batismo em nome de Jesus, mas não vamos listá-las aqui agora. Reflita sobre estes textos e tire a própria conclusão, se tiver interesse em receber maiores informações, não hesite em entrar em contato. Estamos à disposição para ajudar em tudo que estiver ao nosso alcance. Faça como os irmãos de Beréia e Deus o abençoará ainda mais! "Ora, estes foram mais nobres do que os que estavam em Tessalônica, porque de bom grado receberam a palavra, examinando cada dia nas Escrituras se estas coisas eram assim" (Atos 17.11).

Curitiba 24/01/2016 - Evang. Hanilton de Souza

 

Informação Importante:

Prezado amigo visitante, se o assunto lhe interessa, entre em contato conosco e solicite o estudo completo. Enviaremos gratuitamente pelos Correios, portanto, é necessário informar um endereço postal com número da residência e cep: Informe também um email válido, e não esqueça de consultar sua caixa de E-mails e Spam regularmente.

Se preferir, você pode entrar em contato conosco diretamente pelo portal do site. É mais eficiente e fácil de controlar. Para isso clique aqui:  CONTATO ou pelo Fale Conosco Estamos à disposição para atender em tudo que estiver ao nosso alcance.   

O batismo deve ser feito em nome