O Pecador diante de Deus

Respondeu-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo que todo aquele que comete pecado é servo do pecado. João 8:34

INTRODUÇÃO

O homem em condição pecaminosa não pode herdar a eternidade, mas para obtê-la deverá passar por mudanças de conduta e caráter.

QUESTIONÁRIO

1- O que representa o pecado na sua forma primária?

Rebelião contra Deus, transgressão das Suas ordenanças. O filho pródigo disse que pecou contra seu pai e contra os céus, pois desobedeceu e desonrou a ambos: o pai e o Pai (Lucas 15:11-32). O pecado separa o homem de Deus, porque em Sua santidade não há brechas para escuridão. Essa barreira cria um bloqueio ou quebra de acesso ao Pai. O pecado resulta em culpa, e para isso existe a pena, a dívida que se resgata com morte irreversível (Romanos 6:23). O fim dos pecadores é o fogo na morte eterna (Apocalipse 20:15; 21:8). Com o pecado, o homem faz sofrer toda a criação (Romanos 8:20-22), mas ele é dotado de raciocínio, está nele a escolha: vida ou morte? (Deuteronômio 30:19).

2- O homem peca por ser mortal?

Não. O homem peca não por ter corpo físico mortal, e sim por ser governado por si, pela carne, ou ainda pela mente carnal (Romanos 8:5,6). O filósofo grego Platão dizia que o homem transgride porque tem corpo material, que atua como a prisão da alma. A salvação na opinião do filósofo está no fato de que a alma poderia ser liberta do corpo pela morte.

A matéria não é pecaminosa, e sim neutra, o que define o erro é quem a conduz e a possui, ou seja, o homem. Um homem que dirige um carro pela contramão não pode culpar o veículo ou outros pelo acidente, a matéria é neutra. “Portanto, agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, que não andam segundo a carne, mas segundo o Espírito” (Romanos 8:1). Quando por si o homem se deixa direcionar, o resultado é pecado, mas quando se deixa direcionar mediante Cristo, nosso Senhor, o resultado é justiça (Gálatas 2:20). O homem carece de mudanças no caráter (Gálatas 5:16-22).

3- Quais são as consequências do pecado?

As consequências são as mais desastrosas possíveis. O que o homem semeia, isto também colherá (Gálatas 6:7,8).

Quando se faz o mal, o transgressor produz frutos indesejáveis (Tiago 3:10-13).

De um ponto de vista, nós podemos dizer que o pecado tem dois resultados: sofrimento e morte. Todas as consequências do pecado podem ser resumidas por esses dois fatores. O pecado resulta em sofrimento (ou ira) e morte. O oposto do pecado é a justiça; o oposto do sofrimento é a glória; o oposto da morte é a vida. A justiça resulta em glória e vida.

Com Cristo, o homem virá a desfrutar da coroa da justiça (2 Timóteo 4:8), da coroa de glória (1 Pedro 5:4) e da coroa da vida (Tiago 1:12; Apocalipse 2:10).

4- Quais são as posições que o pecador ocupa diante de Deus?

O pecador ocupa sete posições diante de Deus. Ele é um devedor, um criminoso condenado, um inimigo, um escravo, contaminado e impuro, um morto e um pobre estranho.

O homem, nessas sete posições como pecador, necessita dos benefícios da salvação que Deus providenciou por Seu Filho. Como devedores, os pecadores necessitam de perdão. Como criminosos condenados, eles necessitam de justificação. Como inimigos de Deus, eles necessitam de reconciliação. Como escravos do pecado, eles necessitam de redenção.

Como contaminados e impuros, eles necessitam de santificação. Como mortos, eles necessitam de novidade de vida. Como pobres estranhos, eles necessitam de adoção (vide lição “A Morte de Cristo”).

5- A seguir, detalhamento das sete posições do pecador diante de Deus:

1. Devedor: Os pecadores são devedores de Deus (Mateus 6:12, Lucas 7:41-47). Eles precisam de perdão. O devedor está na agência bancária. Ele está irremediavelmente em dívida. Mesmo que ele não contrate qualquer dívida adicional, ele ainda terá que resolver aquilo que já deve. Deus cancela a dívida do homem porque o valor foi pago por outro. O pecador está perdoado.

2. Criminoso Condenado: Os pecadores são criminosos condenados na suprema corte do Universo (João 3:36; Romanos 3:19; Efésios 2:3; Romanos 8:1). Eles precisam da justificação. Deus, como juiz, justifica o criminoso condenado, Ele declara o crente “inocente”, porque a pena foi paga por um substituto e a justiça de outro foi imputada nele.

3. Inimigo de Deus: Os pecadores são inimigos de Deus (Romanos 5:10; 8:7,8; Colossenses 1:21; Tiago 4:4). Eles vivem em oposição ao governo de Deus. O homem no pecado confirma a si mesmo numa ativa hostilidade e antagonismo ao Governador do Universo. Eles precisam de reconciliação. Deus reconcilia Seu inimigo com Ele mesmo pela mediação de Seu Filho.

4. Escravo: Os pecadores são escravos do pecado (João 8:34; Romanos 6:6, 12-22; 2 Pedro 2:19). Eles precisam ser redimidos. A redenção é a libertação de um escravo da sua escravidão pelo pagamento de um preço. Deus, como Redentor, compra no mercado o escravo do pecado com o sangue redentor de Seu Filho e põe o prisioneiro em liberdade.

5. Contaminado e Impuro: Os pecadores são contaminados, impuros, poluídos e profanos (1 Timóteo 1:9; 2 Timóteo 3:2). Eles precisam ser santificados. Eles precisam estar em solo santo e serem purificados internamente.

6. Morto: Os pecadores estão mortos no pecado (Efésios 2:1, 5,12; 4:18,19). Eles precisam se tornar novas criaturas e ter novidade de vida.

7. Pobres Estranhos: Os pecadores estão alienados e estranhos a Deus (Efésios 2:12). Eles estão sem a herança eterna. Eles são pobres quanto é distante a eternidade (Mateus 6:19; Lucas 12:21; 1 Timóteo 6:7; Tiago 5:1- 3; Apocalipse 3:17). Eles precisam da adoção. Eles precisam da filiação e da herança. Deus, como Pai, colocou seu Filho unigênito na posição de um filho adulto com o privilégio da herança legal.

CONCLUSÃO

O perdão oferece o cancelamento dos pecados. A justificação dá ao criminoso condenado à justiça imputada. A reconciliação dá paz ao inimigo. A redenção dá a liberdade ao escravo. A santificação muda à corrupção em santidade. A novidade de vida dá vida ao que estava morto em pecados. A adoção oferece a filiação e a herança ao estranho miserável.

Estudo em Vídeo Estudo em Áudio
Download PDF

ULTIMOS POSTS

Onde Estamos

R. Frederico Fromhols, 61 - Atuba, Colombo - PR, 83408-390 Telefone:(41) 333 8890 Email:contato@idsd.com Web:www.idsd.com.br

Sobre a Igreja de Deus

A Igreja de Deus do Sétimo Dia prega o verdadeiro Evangelho do Reino de Deus. Tem a bíblia como única regra de fé e Jesus Cristo, filho de Deus, como nosso mediador.

Leave a Comment